Categoria: fanart

How the makkuro kurosuke are born

.

    

Anúncios

André Prower

Inspirado pelos personagens da Sonic Team criei uma versão “humanoide” minha (prática muito comum entre os fans dos jogos do Sonic The Hedgehog). Recebeu o sobrenome “Prower” para que simbolizasse seu parentesco com Tails (meu personagem preferido), e as manchas coloridas representam poderes que adquiriu em suas aventuras.

André Prower (2007)

Bem pequenininho ali em baixo sou eu lá pelos meus 13 anos, representado em pixel-art pois penso que, na verdade, em outra dimensão (não tão distante) é ele quem me controla em seu vídeo game.

Moletando

Depois de muito planejar, finalmente desenhei sobre o meu moletom! Descartei a idéia de colocar uma letra do Pato Fu, Sonic e Tails, Joaninhas, e várias outras idéia. Quando resolvi desenhar de fato, acabou rolando Haibane(animê japonês)! Escolhi a Raka que é a personagem que mais me idêntifico, e mandei bala!
aí vai o passo a passo feliz:

1-Antes de tudo, é bom ter uma camiseta velha para rascunho!
2-Depois, desenhei a Reki olhando uns rascunhos do yoshitoshi aBE
3-Aí eu coloquei o desenho contra o moletom, e rabisquei o verso
4-O desenho saiu perfeitinho de primeira no tecido, achei que fosse ter mais trabalho!
5-Me desejei boa sorte, peguei a caneta pra tecido, que não consta com qualquer possibilidade de borracha e afins…
6-E comecei a desgraceira toda
7-Me empolguei, acabei pintando o cabelo e fazendo uns riscos leves pra dar a idéia de dobra na jaqueta
8-E vesti pra ver como ficava no corpo… Acabou dobrando muito, sei lá, provavelmente as pessoas vão ficar esticando pra ver melhor… Mas achei legal de ficar assim meio despreocupado, sem aquela coisa de “olha o desenho que eu fiz aqui”
9-Fiquei satisfeito, e achei que tinha acabado
B-Gostei tanto da idéia que acabei desenhando o logotipo do animê do qual a Reki pertence na toca!

Esse animê é de longe o meu preferido. Super bonito, trilha sonora mó original e bem cuidada, e o roteiro com o qual eu sonho em escrever algo parecido (em qualidade) um dia!
No fim da história, Reki tem umas visões loucas de um trêm que vai atropela-la, e isso tem um significado super denso, pois resume todas as angustias dela no desenho todo, e por ela não querer pedir ajuda pra ninguém, nunca, ela vai deixando o trêm se aproximar…
Só estou com medo de deixar o moletom muito ilustrado…