My First Winter

Toronto ON

Dia do Amor

Pra ler ouvindo:

Hoje é um dia muito especial, e eu não estou falando do dia dos namorados, mas sim do aniversário de um de meus alunos mais dedicados: O Seu Francisco, um aluno de uma sala de Educação de Jovens e Adultos na qual trabalhei nos últimos 2 anos. Alfabetizá-lo foi uma conquista e tanto, e como não existe um marco preciso no qual podemos afirmar que alguém está alfabetizado, comemoro essa nossa conquista no aniversário desse grande vencedor.

Por coincidência, na Sessão da Tarde de hoje, está passando “Ghost: Do Outro Lado Da Vida”. Não digo que é uma coincidência com o dia dos namorados, com certeza não, mas é que esse é o filme preferido de uma colega do Seu Francisco, a Matilde, uma viúva que vivia dizendo nostálgica: “Ai professor, eu sempre choro quando vejo esse filme!”.

As lembranças desses dois alunos causaram um efeito dominó, fazendo com que eu me lembrasse de pessoas maravilhosas que, mesmo tendo o dobro da minha idade, me chamavam de “pai”, numa brincadeira rica em respeito e afeto. Foram tantas histórias tão cheias de amor que vivi naquela sala de aula, que nada como uma data que celebre esse sentimento maravilhoso para que eu me lembrasse desse pedaço tão encantador da minha vida. Acho que alguns meninos viram homens quando são pais, outros quando começam em seu primeiro emprego, comigo aconteceu tudo ao mesmo tempo.

.

Escrita do Seu Francisco

.